segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Sinfonia




Enternece-me a música
que desprendem os teus olhos,
melodia única,
da família dos sonhos.

Misteriosas paisagens
espraiam no teu rosto
o som líquido das vagas
confluindo no porto.

Não sei de outra sinfonia
para a perfeição dos dias.


Torquato da Luz