domingo, 15 de janeiro de 2012




Dança aí junto ao mar;

Que te importa

O rugido da água, o

rugido do vento?

Sacode a tua cabeleira

Molhada de gotas de
sal;




Tu que és tão jovem ignoras

O triunfo do néscio, não sabes

Que o amor mal se ganha e logo se

perde,

Nem viste morrer o melhor operário

E todos os feixes por atar.

Por que hás-de temer

O terrível clamor dos ventos?




William  Butler Yeats