sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012



Quanto mais conheço o homem
Mais eu gosto do meu cão

Há homem que não merece
A comida do Sultão
Por isso quando falo
No fundo tenho razão
Quanto mais conheço o homem
Mais eu gosto do meu cão

A um amigo dei almoço
dividi meu capital
Meu cachorro dei um osso
Lá no fundo do quintal
E no fim quem foi ingrato
Não foi meu cachorro não
Quanto mais conheço o homem
Mais eu gosto do meu cão


Ataulfo Alves e Arthur Vargas Júnior