sábado, 12 de maio de 2012

Anonimato

imagem: stas gordienko


Uma mulher na varanda
Se debruça sobre o mar
Contempla as gaivotas gêmeas
Espera uma carta de amor
Brilha o cemitério aéreo
As nuvens jogam boxe
Passam meninas cantando
Nao sabem que sou poeta
E o amor que existe em mim


Murilo Mendes