sábado, 15 de setembro de 2012

No Man Is An Island



No man is an island, entire of itself; each is a piece of the continent, a part of the main; if a clod be washed away by the sea, Europe is the less, as well as if a promontory were, as well as if a manor of thine own or of thine friend's were; each man's death diminishes me, for I am involved in mankind; therefore send not to know for whom the bell tolls; it tolls for thee.

***

Nenhum homem é uma ilha, isolado em si mesmo; todo homem é um pedaço do continente, uma parte da terra firme. Se um torrão de terra for levado pelo mar, a Europa fica diminuída, como se fosse um promontório, como se fosse o solar dos teus amigos ou o teu próprio; a morte de qualquer homem me diminui, porque sou parte do gênero humano, e por isso não me perguntes por quem os sinos dobram; eles dobram por ti.


Excerto publicado em "Por quem os sinos dobram" de Ernest Hemingway


John Donne