quarta-feira, 5 de setembro de 2012

Se eu dissesse



  

Se eu dissesse que o crepúsculo está coalhado de sangue 
diriam que isto é uma banalidade 
que só um mau poeta ousa escrever.
E, no entanto,o crepúsculo está coalhado de sangue.
Não só o crepúsculo, também a alvorada. 
E quanto a isto não há muito que se possa fazer.


Affonso Romano de Sant' Anna